Você está no topo da página.

São Paulo, segunda-feira, 18 de março de 2019 - 14:38.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Parodiospectiva 2018 – Uma viagem por todas as nossas produções deste ano

Publicado em: 15 de dezembro de 2018 às 17:07.

Paródias do MOLLA apresenta…
Parodiospectiva 2018!
Galera, apresentamos uma retrospectiva das nossas paródias deste ano. Sempre com a temática da defesa dos direitos das pessoas com deficiência, utilizamos melodias de músicas populares para criarmos letras que espelhem o cotidiano das pessoas com deficiência, nossas lutas, vitórias, derrotas, empates, na busca por acessibilidade plena e inclusão de fato na sociedade.
Nesse sentido, voltamos a agradecer a todos que curtiram e compartilharam nossas produções durante todo ano, foram mais de 50.000 curtidas e compartilhamentos no Facebook, no Blog e no Youtube, contribuindo de maneira fundamental para dar visibilidade e alcance às nossas reivindicações. Para aqueles que ainda não conhecem , elas estão todas relacionadas abaixo e nunca é tarde para conhecer e nos dar aquela força!
Aproveitamos para desejar Boas Festas e um maravilhoso 2019 a todos os amigos e dizer que nos reencontraremos com certeza no próximo ano! Grande abraço e até lá!!!!
Dia 3 de dezembro: Paródia extra do mês.
Que volta o mundo dá – Da música “Aonde quer que eu vá” dos Paralamas do Sucesso.
Respondendo a carta de amor aos livros do senhor Luiz Schwarcz, presidente da editora Cia das Letras, e relembrando o caso de discriminação e preconceito dessa editora contra um leitor cego.

Dia 1º de dezembro:
Inclusão o ano inteiro – Da música “De janeiro a janeiro” de Roberta Campos.
Sobre a importância de não desistirmos e de lutarmos por nossos direitos em todos os dias do ano.

Dia 15 de novembro: Paródia extra do mês.
Esse tal de DAISY 2 – Da música “Essa tal liberdade” do grupo Só pra contrariar.
Denunciando a farsa da tentativa de regulamentar o Artigo 68 da Lei Brasileira da Inclusão.

Dia 1º de novembro:
Temos L B I – Da música “Sandra Rosa Madalena” de Sidney Magal.
Denunciando o ataque contra a Lei Brasileira da Inclusão, em seu Artigo 68.

Dia 15 de outubro: Paródia extra do mês.
Amigos do Touch – Da música “Amigos do peito” da Turma do balão mágico.
Comemorando o aniversário de 5 anos do programa “Encontro de amigos touch” da escola virtual José Àlvarez de Azevedo, da Associação dos ex alunos do Instituto Benjamin Constant.
Dia 1º de outubro:
Andar a pé – Da música “andar com fé” de Gilberto Gil.
Sobre a importância do piso tátil para o deslocamento seguro de pessoas cegas pelas ruas da cidade.

Dia 1º de setembro:
Má gestão – Da música “Não vou ficar” de Roberto Carlos.
Sobre a inutilidade da SMPED, Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e mobilidade reduzida de São Paulo.

Dia 1º de agosto:
Festa – Da música Fé” de Roberto Carlos.
Comemorando o aniversário de 3 anos do nosso canal de paródias.

Dia 1º de julho:
Traje de araque – Da música “Mandraque e os cubanos” do grupo Scanque.
Sobre as inutilidades presentes no projeto Moda Inclusiva da SEDPCD, Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Dia 1º de junho:
Acorda e vem viver – dDa música “Só pro meu prazer” de Leoni.
Sobre desistir ou não de viver em função do surgimento de alguma deficiência em nossa vida.

Dia 1º de maio:
Fila eterna dos desempregados – Da música “Lanterna dos afogados” do grupo Paralamas do sucesso.
Sobre mercado de trabalho precário para pessoas com deficiência, apesar da Lei de cotas.

Diaa 1º de abril:
Tratado sem pudor – Da música “Borbulhas de amor” de Fagner.
Sobre o retrocesso do Tratado de Marraqueche frente os avanços da Convenção da ONU e da Lei Brasileira da Inclusão no Brasil.

Dia 1º de março:
Miss Memorial 2015 – Da música “Miss Brasil 2000” de Rita Lee.
Sobre a SEDPCD, Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, ser referência mundial, mas somente de inutilidade.

Dia 1º de fevereiro:
Eleição já é – Da música “Que nem maré” de Jorge Versilo.
Sobre a importância da acessibilidade plena nas urnas e seções eleitorais brasileiras.

Dia 15 de janeiro: Paródia extra do mês.
Audiodescritores na televisão – Da música “Meus amores da televisão” de Roberto Carlos.
Sobre a importância do recurso da audiodescrição para a acessibilidade de pessoas com deficiência visual na televisão, cinema, teatro, etc.

Dia 1º de janeiro:
Vida de viajante PCD – Da música “Vida de viajante” de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha.
Sobre a importância do desenho universal em todos os aspectos que envolvem o turismo no Brasil favorecendo o acesso às pessoas com deficiência.

FacebookCompartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Dicas e Toques / Mitos e Lendas, Ensino Sinal Verde, Ensino Sinal Vermelho, Imaginodescrivinhando, Leitura Sinal Verde, Leitura Sinal Vermelho, Mídia comentada, Obscegatório Urbano.

Visitado 1446 vezes, 2 foram hoje.
0 comentário

RSS dos comentários deste post.

Deixe seu comentário:

Dados do comentarista




Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (28284 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (24466 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (18758 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (16421 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (15456 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (14255 vezes)
  7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (13070 vezes)
  8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12770 vezes)
  9. Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis (12709 vezes)
  10. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (12373 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.