Você está no topo da página.

São Paulo, sexta-feira, 20 de outubro de 2017 - 16:38.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Fica esperto seu Alckmin: Paródia sobre inutilidade da SEDPCD / SP

Publicado em: 15 de junho de 2017 às 7:22.


Ilustração: Desenho de um ambiente de escritório onde se vê a figura de um funcionário sentado confortavelmente em sua cadeira e repousando os pés sobre sua mesa de trabalho, demonstrando relaxamento e falta de compromisso com o batente
Paródia de “Lindo balão azul” de Guilherme Arantes
Contextualização: Homenagem ao novo record atingido pela SEDPCD, Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, pois a quase dez anos aquele pessoal coça o saco. Haja hipoglós!! Enquanto isso, as pessoas com deficiência do Estado continuam ignoradas, assistindo a um festival de projetos midiáticos, efêmeros e sem sentido, mas que permitem que a turma vá continuando no cargo, recebendo seus salários e na vida boa. E vamos ver se advinhamos quais serão os “novos” projetos deste ano?! Moda inclusiva, incluindo roupas de palhaço para cegos, Virada inclusiva, segregada de todas as outras viradas paulistanas, Caravanas da inclusão eleitoreiras e o velho seminário sobre as novas terminologias sobre pessoas com deficiência!! O Power point já deve estar até desbotado!! Sem esquecer do o prêmio de ações inclusivas. Recomendamos que a própria SEDPCD se inscreva nesse prêmio. Será que ela ganha? Será que tudo dentro da própria SEDPCD é acessível? Será que uma pessoa cega pode trabalhar ali e ter acesso a tudo? Ambientes, informações, sistemas nos computadores, etc? Já provamos, na paródia “É preciso audiodescrever” que nem mesmo o site da SEDPCD tem acessibilidade plena para cegos, que vergonha!! Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço?! Realmente Governador Geraldo Alckmin, se o senhor não ficar esperto com essa turma vamos entender que o senhor é conivente com essa palhaçada toda.

Letra adaptada:

Eu vivo sempre… ganhando pra nada
Porque sou fisiologista, sem tempo pra pcd problemática
Eu vivo sempre… ganhando pra nada
Tenho alma de turista, sou avesso ao labor sistemático
Eu vivo sempre… ganhando pra nada
Coço o saco o dia inteiro, to cagando pra esse povo… esquisito
Eu vivo sempre… ganhando pra nada
Porque sou ex militante, cooptado sai da frente, quero contracheque e bom trato

Que grande zona, baitaórgão picareta
Só tem gente encostada, se fecha ninguém nota
zero Projetos, putacoisa cabulosa
Inútil pasta, fica esperto seu Alckmin (4x)

Fica esperto seu Alckmin (3x)

Ouça a música original em:

Ouça a música original em:

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Mídia comentada, Obscegatório Urbano, Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , .
Visitado 778 vezes, 1 foram hoje.
0 comentário

Caçarola – Paródia sobre a babaquice da invenção de pratos e talheres adaptados para cegos

Publicado em: 1 de junho de 2017 às 5:26.


Ilustração: Foto de uma panela tipo caçarola vazia, entreaberta, revestida na cor amarela. O interior da panela é preto. No lugar das asas, um pezinho, com três dedos, de cada lado da panela, na cor salmão. A tampa é amarela, e em um dos lados na parte de cima, uns traços pretos, imitando um topete, logo abaixo uns olhinhos pretos e, logo abaixo, o pegador da tampa que é uma boquinha aberta, também na cor salmão e que segura uma colher grande, também na cor salmão.
Paródia da música “Espanhola” de Flavio Venturini
Contextualização: Em homenagem a um certo estrupício, que por incrível que pareça também é cego, e que teve a infelicidade de inventar alguns utensílios adaptados para cegos em suas refeições. Tratam-se de pratos com bordas altas, colheres, facas e garfos com pontos em relevo para que a pessoa cega saiba o lado certo do corte da faca, não derrame comida fora do prato e assim por diante. Queremos, em primeiro lugar, esclarecer a esse senhor, que se ele, como pessoa cega, precisa de cochos, gamelas ou cabaças para poder comer sem se sujar, sem espalhar comida na mesa ou errar a boca, o problema é inteiro dele, mas quanto as outras pessoas com deficiência visual do Brasil, nós podemos garantir que sabem usar pratos, copos e talheres como qualquer outra pessoa. Em segundo lugar, alertamos empresários, políticos e cidadãos de todo Brasil para que não embarquem nessa idéia de jerico, pois não passa de oportunismo de gente querendo ganhar dinheiro na base da ingenuidade e da boa fé dos outros, e o que é mais revoltante, jogando a imagem das pessoas com deficiência no lixo.. Alertamos também o prefeito e os vereadores de Teresina, no Piauí, para que mandem para o lixo o PL 44/2017, de autoria da vereadora Cida Santiago, do PHS, que visa obrigar bares, restaurantes e similares a adquirirem esses pratos e talheres adaptados. Temos certeza que a nobre vereadora Cida Santiago é pessoa de boa fé, mas que deve ter sido influenciada negativamente por sua crença nas pessoas. Portanto, repudiamos veementemente esse projeto de lei e pedimos seu urgente arqivamento.

Letra adaptada:

Por tantas vezes, andei desnutrido
Só por não comer em prato adaptado
Me dá caçarola
Me dá caçarola
Quero almoçar… sem danos
Me dá caçarola
me dá caçarola
Não quero jantar… babando

Meu pudim, cai do prato amorim
Garfo espeta meu beicim, faca corta meu dedim
Que labuta, alguém tem que me salvar
nunca mais, vou meu rango derramar
Não vou me sujar todim
Depois que você inventar
Um Prato mais certo pra eu papar

Me dá caçarola
me dá caçarola
Quero almoçar… sem dano
Me dá caçarola
Me dá caçarola
Não quero jantar… babando

bis

Ouça a música original em:

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , , .
Visitado 890 vezes, 2 foram hoje.
0 comentário

Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (24268 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (22719 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (16409 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (15547 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (14660 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (13352 vezes)
  7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (12363 vezes)
  8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12139 vezes)
  9. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (11691 vezes)
  10. Secretária Linamara e deputada Mara, que vergonha, que papelão! (11361 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.