Você está no topo da página.

São Paulo, segunda-feira, 23 de setembro de 2019 - 16:36.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Vamos cobrar – Paródia sobre Lei de Cotas x desemprego de pessoas com deficiência

Publicado em: 1 de maio de 2019 às 0:36.

Da música “Vamos dançar” de Édi Motta

Contextualização: Galera, hoje, 1º de maio, é comemorado o dia do trabalho e sempre nesta data não podemos deixar de falar Sobre lei de cotas x mercado de trabalho precário para pessoas com deficiência. A Lei 8.213, de 24 de julho de 1991, conhecida como Lei de Cotas, que obriga toda empresa com mais de 100 funcionários a contratar pessoas com deficiência para seus quadros, por incrível que pareça ainda não pegou. E por mais que o tempo passe não se resolve essa situação. Alguns motivos são: Na esfera política, as pessoas com deficiência não tem representantes a altura para lutar por elas no Congresso Nacional; Na esfera enpresarial, os gestores discriminam e só oferecem vagas de baixa qualificação para PCDs, mesmo que estas sejam extremamente bem formadas; Na esfera da fiscalização do trabalho, percebemos empresas que desobedecem sem nenhum pudor a Lei e nada lhes acontece, multas não são aplicadas e quando o são, trata-se de multas irrisórias e que não botam medo em ninguém. E parece que isso não vai ter jeito nunca, Ppessoas com deficiência continuam marginalizadas do mercado de trabalho de maneira maciça, excelentes profissionais sendo preteridos ou insultados com vagas aquém de suas capacidades, e tudo vai ficando por isso mesmo. Esperamos que os governantes, empresários, políticos e as entidades de representação das pessoas com deficiência acordem e se mobilizem para essa situação vexaminosa.
#pracegover
O vídeo desta paródia é composto por trechos de três outros vídeos que abordam a temática da busca por emprego.
Trecho 1. Colorido. Mostra uma fila com seis rapazes, em busca de emprego, vestidos com camiseta, bermuda, calça jeans e tênis, esperam em frente a uma porta fechada com uma placa “não entre”. De repente passa uma jovem morena, bonita, com cabelos castanhos e longos. Ela entra na sala. O último da fila vai atrás dela e também entra. Os rapazes se entreolham e reclamam daquela atitude. Em seguida sai da sala um homem, vestindo avental branco que segura o invasor pela gola da camiseta e lhe mostra a placa da porta. O rapaz expulso discute com os demais que estão na fila tirando um sarro deles e tornando a invadir a sala. Na sequência é expulso com um empurrão pelo mesmo homem anterior; Trecho 2. Colorido. Mostra um homem, candidato a emprego, vestindo roupa social, segurando alguns papéis nas mãos, batendo na porta e entrando em uma sala, onde há uma mesa e sentado atrás dela um entrevistador, também vestindo roupa social. Os dois homens conversam por alguns instantes e o entrevistador gesticula, quando o entrevistado sai da sala e em seguida volta mostrando alguns papéis; Trecho 3. Colorido. Imagens feitas no Centro de São Paulo, mostrando filas gigantescas formadas por pessoas, com diferentes idades, para participarem de um mutirão em busca de emprego. Fim.

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Mídia comentada, Obscegatório Urbano.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , , .
Visitado 1192 vezes, 2 foram hoje.
0 comentário

As cotas da estrada – Paródia sobre o ataque dos monoculares contra a LBI e a Lei de Cotas

Publicado em: 16 de abril de 2019 às 11:56.

Da música “As curvas da estrada de Santos” de Roberto Carlos.

Contextualização: Galera, urgente!! papo sério e reto!! A Lei Brasileira da Inclusão vem sofrendo ataques constantemente. São grupos de pessoas que querem ser equiparadas as pessoas com deficiência para efeito de participação nas cotas para concursos públicos e nas cotas de emprego na iniciativa privada. O PLS 1.615/19, do senador Rogério Carvalho (PT), e o PL 1.266/18, do deputado federal Carlos Henrique Gaguin (DEM), tem o mesmo objetivo de equiparar pessoas com visão monocular as pessoas com deficiência visual. O PL 23/2016, do ex-deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PP), em fase final para promulgação na Câmara, equipara pessoas com surdez unilateral as pessoas com deficiência auditiva. Tem projeto de lei que iguala as pessoas com gagueira e até as LGBTQ às pessoas com deficiência, e assim por diante. Caso esses projetos sejam aprovados, esses grupos estarão credenciados a participarem de concursos públicos na cota de PCDs, bem como as empresas privadas poderão contratá-los para o preenchimento de suas cotas. E falando sério aqui, qual o empresário que podendo contratar uma pessoa como PCDs, que apenas não enxerge de um dos olhos ou não escute de um dos ouvidos, vai querer contratar um cego, um surdo, um cadeirante ou uma pessoa com deficiência intelectual?! Assim, esse problema afetará a todas as pessoas com deficiência, sem exceção. Entendemos a dificuldade das pessoas com visão monocular para as questões de profundidade ou tridimensionalidade, mas enxergar normalmente de um dos olhos, não se pode comparar, nem de longe, com quem não enxerga nada! Então, Se nós, PCDs, não fizermos corpo a corpo junto aos nossos parlamentares, perderemos feio esse cabo de guerra. E depois de perdido galera, só nos restará lamentar e chorar na cama que é lugar quente!!!
#pracegover
O vídeo desta paródia é composto por uma sequência de cenas de competições de cabo de guerra entre militares. Cabo de guerra, para quem não sabe, é uma competição de força onde dois times, posicionados em lados opostos de uma corda ou cabo de aço, empregam força contrária e simultânea, para ver quem consegue puxar o time adversário para frente até um determinado limite. A letra da paródia é exibida como legenda.

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Dicas e Toques / Mitos e Lendas, Mídia comentada, Obscegatório Urbano.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , , .
Visitado 1060 vezes, 1 foram hoje.
0 comentário

Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (28961 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (24905 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (19609 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (16642 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (15648 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (14492 vezes)
  7. Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis (13321 vezes)
  8. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (13264 vezes)
  9. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12946 vezes)
  10. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (12527 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.