Você está no topo da página.

São Paulo, sexta-feira, 21 de setembro de 2018 - 06:30.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Traje de araque – Paródia sobre moda inclusiva inútil da SEDPCD/SP

Publicado em: 1 de julho de 2018 às 4:03.

Da música “Mandrake e os cubanos” do grupo Skanque.

Contextualização: La vem de novo a SEDPCD/SP, Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo com o raio da moda inclusiva. Essa secretaria, desde 2008, é a secretaria de um projeto só. Por exemplo, Este, o tal moda inclusiva, é mais um daqueles 3 ou 4 projetos que ela inventou, há dez anos, e vive deles até hoje, requentando-os e remendando-os todos os anos e tentando convencer os trouxas dos contribuintes de São Paulo. Essa moda inclusiva perdeu a chance de ser um projeto decente quando começou a apelar e inventar coisas escatológicas como camisas com duas texturas para que os cegos saibam diferenciar a parte da frente da parte de trás da roupa. Ah, também inovaram lançando calças de elástico acreditando que os cegos não conseguem manipular zíperes ou botões, as inexplicáveis roupas para crianças com síndrome de down, entre outras idiotices do gênero. Como dissemos, uma grande oportunidade perdida para discutir e trabalhar com inteligência e profundidade um tema importante, isto é, discutir a necessidade da existência de um vestuário funcional para pessoas com deficiência que realmente precisam em virtude de paralisias severas, deformidades corporais ou amputações. O pior de tudo é saber que os impostos dos paulistas vão sendo drenados para manter uma estrutura capaz de produzir coisas tão absurdas. Que lástima. E falando sério, se você é pessoa com deficiência e vive no Estado de São Paulo desde 2008, você pode nos dizer o que mudou para melhor na sua qualidade de vida nesses últimos dez anos? Se você precisar de um temo para pensar, tudo bem, nós aguardamos, porque sabemos que você vai ter que pensar muito!

Descrição do vídeo: Nosso vídeo apresenta uma sucessão de imagens onde pessoas estão vestindo fantasias esdrúchulas, ridículas, intercaladas por imagens verdadeiras dos diversos desfiles da tal moda inclusiva.

Música original:

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Dicas e Toques / Mitos e Lendas, Mídia comentada, Obscegatório Urbano, Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , .
Visitado 1836 vezes, 2 foram hoje.
0 comentário

Acorda e vem viver – Paródia sobre desistir ou não da vida em função da deficiência

Publicado em: 1 de junho de 2018 às 4:19.


Contextualização: Escrevemos essa paródia pensando naquelas pessoas que adquirem uma deficiência em qualquer idade da vida e que, a partir de então, passam a acreditar que é o fim, que elas não servem mais para nada, que não tem mais lugar no mundo e assim por diante. Queremos dizer que uma deficiência não é o fim do caminho, mas sim, o início de um novo desafio, como tantos outros na vida. A deficiência é uma nova condição que temos que encarar para continuarmos vivendo com a mesma dignidade de antes. Todas as pessoas com deficiência e também aquelas pessoas sem deficiência precisam enfrentar seus fantasmas, seus medos e limitações, acreditando em si mesmas e fazendo-se maiores do que os problemas. Caiu… levanta, perdeu… joga de novo, ganhou… comemora. E assim seguimos a vida, de peito aberto, cabeça erguida, dignidade renovada e prontos para enfrentar qualquer nova dificuldade ou barreira que se apresentar em nossos caminhos, e como elas se apresentam!! . Hoje, no Brasil, graças a outras pessoas com deficiência, que não desistiram, que lutaram, que não se conformaram, conquistou-se leis e derrubou-se barreiras sociais importantes. Também conquistou-se tecnologias assistivas que ajudam e que incluem as pessoas com deficiência em igualdade de oportunidades. Portanto, acredite em você e, respeitando seu tempo, queira fazer parte desse time de pessoas dignas e vencedoras. . Sabemos que você pode sempre se superar, então, acorda e vem viver!!

Letra adaptada:

Não tá com nada, você se isolando assim
eu não concordo, que você pense que é o fim
perfeito e normal, são duas mentiras
viver é legal, fugir não é resposta não.

Todo dia te convidam, pra esse desafio eterno
para viver de peito aberto, fazendo aquilo que puder
a vida como pcd, não deve ser de negação
você pode eu sei… acorda e vem viver… acorda e vem viver.

Eu sei agora, você tem limitações
mas tem direitos, ser diferente hoje é normal
então quer saber, resgate o bom senso
pare de supor que é o final
Pois não é o final não.

Todo dia te convidam, pra esse desafio eterno
para viver de peito aberto, fazendo aquilo que puder
a vida como pcd, não deve ser de negação
você pode eu sei… acorda e vem viver… acorda e vem viver (2x).

Veja a música original:

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Mídia comentada, Obscegatório Urbano, Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , , , , , .
Visitado 1634 vezes, 2 foram hoje.
0 comentário

Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (27563 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (24115 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (17108 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (16247 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (15287 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (14007 vezes)
  7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (12898 vezes)
  8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12609 vezes)
  9. Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis (12235 vezes)
  10. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (12221 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.