Você está no topo da página.

São Paulo, segunda-feira, 26 de junho de 2017 - 05:40.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis

Publicado em: 11 de dezembro de 2010 às 9:19.

Ilustração: Foto das novas cédulas do Real

Parabenizamos o Banco Central e a Casa da Moeda do Brasil pelo lançamento das novas cédulas do Real. Segundo notícia abaixo, retirada do site da revista Época, WWW.epoca.com.br, , as novas cédulas de R$ 50,00 e R$ 100,00 já estarão disponíveis este ano. A informação é que existirão marcas táteis para a identificação por pessoas com deficiência visual, que em nossa opinião não é o mais importante, pois depois de muito manuseada, essas marcas perdem sua efetividade. O que será mais significativo para o segmento de pessoas com deficiência visual será o tamanho diferenciado de cada cédula, isso sim irá permitir a identificação mais segura, assim como acontece na Europa com as cédulas do Euro.

Esperamos agora que as cédulas menores não demorem tanto para serem lançadas, afinal, não é qualquer um que pode se dar ao luxo de carregar notas e mais notas de R$ 50,00 e R$ 100,00 nos bolsos por ai não é mesmo?!

Fiquem com a matéria…

Novas notas de R$ 50 e R$ 100 começam a circular na segunda-feira
Em 2011, serão lançadas as notas de R$ 10 e de R$ 20; em 2012, as de R$ 2 e R$ 5.

O Banco Central (BC) lança na próxima segunda-feira (13) a segunda geração da família de cédulas do real. Entrarão em circulação as novas notas de R$ 50 e de R$ 100. Em 2011, será a vez das notas de R$ 10 e de R$ 20 e, por último, a partir de 2012, começará a substituição das notas de R$ 2 e de R$ 5. De acordo com o BC, as duas notas de maior valor são as que demandam maior proteção contra tentativas de falsificação e, por isso, estão sendo lançadas antes das demais. Mais de 70% das cédulas falsas apreendidas no país são de R$ 50 e de R$ 100.

“As novas notas entrarão em circulação por meio dos bancos comerciais, sendo que as cédulas atuais continuarão valendo e somente serão retiradas de circulação em decorrência do desgaste natural”, informou o BC, em nota. Na página do banco na internet, a autoridade monetária avisa que “não há necessidade de trocar as notas antigas por novas na rede bancária, pois as duas famílias conviverão em circulação por prazo indeterminado”.

A necessidade de dar mais segurança às notas foi a justificativa do BC para a criação da nova família de dinheiro de papel. “Com o avanço das tecnologias digitais nos últimos anos, é necessário dotar as nossas cédulas de recursos gráficos e elementos antifalsificação mais modernos, capazes de continuar garantindo a segurança do dinheiro brasileiro nos próximos anos”.

Para lançar as novas cédulas, a Casa da Moeda teve que investir em equipamentos de impressão, já que as atuais cédulas são impressas em máquinas com mais de 30 anos de uso. Segundo o BC, “os novos equipamentos e insumos permitem a impressão de desenhos mais complexos e com maior precisão, aumentando a percepção de uma impressão de qualidade superior. Alguns elementos já presentes na primeira família – como a marca d’água e o número escondido – foram redesenhados de modo a facilitar a sua verificação pela população”.

Outra mudança está na diferença de tamanho das notas, para garantir o uso seguro pelos deficientes visuais. Além disso, a adoção de tamanhos diferenciados inibe a tentativa de falsificação por lavagem química, uma técnica que consiste em apagar a impressão de uma nota de menor valor e imprimir no papel moeda lavado a estampa de uma nota de maior valor.
Os deficientes visuais também poderão contar com as marca táteis, que são barras em alto-relevo localizadas no canto direito inferior das notas.
Segundo o BC, nas notas de R$ 50 e de R$ 100, “a maior novidade é a faixa holográfica, composta por desenhos descontínuos que, ao serem movimentados, apresentam efeitos de alternância de cores e formas”. Os demais elementos de segurança também são de fácil visualização: marca d’água, que apresenta o valor da nota e a imagem do animal, e o número escondido, que aparece quando a nota é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos.
LY

FacebookCompartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Mídia comentada, Obscegatório Urbano, Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , .
Visitado 10659 vezes, 4 foram hoje.
0 comentário

RSS dos comentários deste post.

Deixe seu comentário:

Dados do comentarista




Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (23127 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (22395 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (16191 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (15325 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (14505 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (13153 vezes)
  7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (12191 vezes)
  8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (11962 vezes)
  9. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (11546 vezes)
  10. Secretária Linamara e deputada Mara, que vergonha, que papelão! (11184 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.