Você está no topo da página.

São Paulo, segunda-feira, 23 de setembro de 2019 - 16:55.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis

Publicado em: 11 de dezembro de 2010 às 9:19.

Ilustração: Foto das novas cédulas do Real

Parabenizamos o Banco Central e a Casa da Moeda do Brasil pelo lançamento das novas cédulas do Real. Segundo notícia abaixo, retirada do site da revista Época, WWW.epoca.com.br, , as novas cédulas de R$ 50,00 e R$ 100,00 já estarão disponíveis este ano. A informação é que existirão marcas táteis para a identificação por pessoas com deficiência visual, que em nossa opinião não é o mais importante, pois depois de muito manuseada, essas marcas perdem sua efetividade. O que será mais significativo para o segmento de pessoas com deficiência visual será o tamanho diferenciado de cada cédula, isso sim irá permitir a identificação mais segura, assim como acontece na Europa com as cédulas do Euro.

Esperamos agora que as cédulas menores não demorem tanto para serem lançadas, afinal, não é qualquer um que pode se dar ao luxo de carregar notas e mais notas de R$ 50,00 e R$ 100,00 nos bolsos por ai não é mesmo?!

Fiquem com a matéria…

Novas notas de R$ 50 e R$ 100 começam a circular na segunda-feira
Em 2011, serão lançadas as notas de R$ 10 e de R$ 20; em 2012, as de R$ 2 e R$ 5.

O Banco Central (BC) lança na próxima segunda-feira (13) a segunda geração da família de cédulas do real. Entrarão em circulação as novas notas de R$ 50 e de R$ 100. Em 2011, será a vez das notas de R$ 10 e de R$ 20 e, por último, a partir de 2012, começará a substituição das notas de R$ 2 e de R$ 5. De acordo com o BC, as duas notas de maior valor são as que demandam maior proteção contra tentativas de falsificação e, por isso, estão sendo lançadas antes das demais. Mais de 70% das cédulas falsas apreendidas no país são de R$ 50 e de R$ 100.

“As novas notas entrarão em circulação por meio dos bancos comerciais, sendo que as cédulas atuais continuarão valendo e somente serão retiradas de circulação em decorrência do desgaste natural”, informou o BC, em nota. Na página do banco na internet, a autoridade monetária avisa que “não há necessidade de trocar as notas antigas por novas na rede bancária, pois as duas famílias conviverão em circulação por prazo indeterminado”.

A necessidade de dar mais segurança às notas foi a justificativa do BC para a criação da nova família de dinheiro de papel. “Com o avanço das tecnologias digitais nos últimos anos, é necessário dotar as nossas cédulas de recursos gráficos e elementos antifalsificação mais modernos, capazes de continuar garantindo a segurança do dinheiro brasileiro nos próximos anos”.

Para lançar as novas cédulas, a Casa da Moeda teve que investir em equipamentos de impressão, já que as atuais cédulas são impressas em máquinas com mais de 30 anos de uso. Segundo o BC, “os novos equipamentos e insumos permitem a impressão de desenhos mais complexos e com maior precisão, aumentando a percepção de uma impressão de qualidade superior. Alguns elementos já presentes na primeira família – como a marca d’água e o número escondido – foram redesenhados de modo a facilitar a sua verificação pela população”.

Outra mudança está na diferença de tamanho das notas, para garantir o uso seguro pelos deficientes visuais. Além disso, a adoção de tamanhos diferenciados inibe a tentativa de falsificação por lavagem química, uma técnica que consiste em apagar a impressão de uma nota de menor valor e imprimir no papel moeda lavado a estampa de uma nota de maior valor.
Os deficientes visuais também poderão contar com as marca táteis, que são barras em alto-relevo localizadas no canto direito inferior das notas.
Segundo o BC, nas notas de R$ 50 e de R$ 100, “a maior novidade é a faixa holográfica, composta por desenhos descontínuos que, ao serem movimentados, apresentam efeitos de alternância de cores e formas”. Os demais elementos de segurança também são de fácil visualização: marca d’água, que apresenta o valor da nota e a imagem do animal, e o número escondido, que aparece quando a nota é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos.
LY

FacebookCompartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Mídia comentada, Obscegatório Urbano, Z nula.
Assuntos relacionados: , , , , , .
Visitado 13322 vezes, 7 foram hoje.
0 comentário

RSS dos comentários deste post.

Deixe seu comentário:

Dados do comentarista




Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (28962 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (24905 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (19609 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (16642 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (15648 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (14492 vezes)
  7. Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis (13322 vezes)
  8. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (13264 vezes)
  9. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12946 vezes)
  10. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (12527 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.