Você está no topo da página.

São Paulo, segunda-feira, 25 de setembro de 2017 - 14:02.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Carta Aberta: Cegos de SP – Ainda sem resposta – 2a edição

Publicado em: 26 de março de 2012 às 16:26.

Ilustração: Foto de uma sepultura com uma interrogação na lápide.

Ilustração: Foto de uma sepultura com uma interrogação na lápide.

Silêncio sepulcral! Este é o som das respostas da SEDPCD, Secretaria de Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência de São Paulo e da SMPED, Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo para nossa Carta Aberta, veiculada há dias nos meios eletrônicos e redes sociais.

O mesmo silêncio encontramos por parte do CEAPD, Conselho Estadual de Assuntos das Pessoas com Deficiência de São Paulo e por parte do CMPD, Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

O silêncio dos gestores públicos é até normal, pois os mesmos se consideram sempre corretos em suas políticas, mesmo equivocadas. No entanto, o silêncio dos conselhos que deveriam exercer o controle social desses governos é algo estranho. O que estaria por trás disso? Deixamos nossa dúvida no ar.

De qualquer maneira nossa Carta Aberta continuará circulando em busca de políticas públicas que enxerguem a todos por meio da implementação do Desenho Universal em todos os programas, projetos e ações implementadas pelo Poder Público Estadual e Municipal.

E por falar na Carta Aberta, que segue abaixo, destacamos da Lei 10.098 de 19 de dezembro de 2000 o seguinte trecho:

“Art. 9º Os semáforos para pedestre instalados nas vias públicas deverão estar equipados com mecanismo que emita sinal sonoro suave, intermitente e sem estridência, ou com mecanismo alternativo, que sirva de guia ou orientação para a travessia de pessoas portadoras de deficiência visual, se a intensidade do fluxo de veículos e a periculosidade da via assim determinarem”.

Essa Lei foi publicada em dezembro do ano 2000 e regulamentada pelo Decreto 5.296 em 2004. Portanto, o município de São Paulo está fora da lei há 8 anos no que diz respeito a ausência total de semáforos sonoros nas ruas e avenidas da cidade. E perguntamos, onde estão os engenheiros da CET, Companhia de engenharia de Tráfego? Dormindo?! Desconhecem a Lei?! Onde está a atuação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida nessa questão?!

Nesse sentido, nós do grupo cidade para todos pedimos novamente a gentileza de nossos parceiros das redes sociais para que repercutam esse documento que luta por cidadania e direitos humanos. Nossa luta está apenas começando.

Click aqui para ver a Carta Aberta original

FacebookCompartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Ensino Sinal Vermelho, Leitura Sinal Vermelho, Obscegatório Urbano.
Assuntos relacionados: , , , .
Visitado 4347 vezes, 1 foram hoje.
0 comentário

RSS dos comentários deste post.

Deixe seu comentário:

Dados do comentarista




Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (23738 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (22650 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (16357 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (15499 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (14616 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (13311 vezes)
  7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (12323 vezes)
  8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12104 vezes)
  9. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (11654 vezes)
  10. Secretária Linamara e deputada Mara, que vergonha, que papelão! (11312 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.