Você está no topo da página.

São Paulo, sábado, 18 de novembro de 2017 - 16:25.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Audiodescrição: Ninguém mandou adiar… O jeito agora é imaginar!!

Publicado em: 26 de setembro de 2010 às 16:56.

texto camo alternativo

Ilustração: Imagem em fundo azul de um homem sentado em uma poltrona vermelha assistindo televisão

Pessoal, eu estava quietinho no meu canto, juro que estava, resistindo aos milhões de pedidos para que eu, o maior imaginodescritor(*) desse planeta, voltasse a carga e mostrasse para esses caras da ABERT e do Ministério das Comunicações o sufoco de uma pessoa com deficiência visual assistir um programa de televisão sem audiodescrição.

Depois da fatídica e incompreensível novela América, daquele chato do Jatobá e daquela coitadinha da Flor, eu jurei me aposentar e jamais tentar imaginar as cenas mudas de nenhum outro programa, nem reclame, nem peça de teatro, nem cinema, nem coisa alguma.

No entanto, as milhões de cartinhas de fãs apaixonadas, dizendo que iriam se suicidar se eu não voltasse com a minha imaginação fértil, minha escrita perfeita, minha ortografia irretocável, acabei revendo minha posição e agora… Digam ao povo que volto!

Pretendo imaginodescrever aquilo que vier na minha frente na telinha. Novelas, reclames, programas, enfim, tudo aquilo que me irritar pelo fato de ficar ali me deixando doido para saber o que está rolando por trás daquela sonoplastia ou por trás daquela cena, portanto, sai de baixo!!!

Convido os amigos de copo e de cruz, aqueles que ficam com cara de pastel igual a minha diante da televisão sem audiodescrição, para que tentem fazer o mesmo e mandem para cá o resultado de suas imaginodescrições. Vamos montando um acervo aqui e depois despachamos para os responsáveis pela ABERT – Associação Brasileira de emissoras de Rádio e Televisão – para que eles vejam aquilo que nós não vimos!!

(*) Imaginodescritor é uma pessoa desesperada que possuindo uma deficiência visual (cegueira total ou baixa visão) geralmente é vista com cara de pastel diante da televisão, do cinema, do palco de um teatro, com a boca aberta e milhares de interrogações flutuando sobre a cabeça na tentativa de saber em que raio de contexto, de cenário, de ambiente, estão inseridas aquelas vozes que ela está ouvindo. Como não consegue ter certeza do que seja, passa a imaginar aquilo que lhe vier na telha.

  • Click aqui e veja o que eu já imaginodescrevi!
  • FacebookCompartilhar no Facebook.

    Twitter.Publicar no Twitter.

    Postado por: Administrador.
    Arquivado na categoria: Imaginodescrivinhando.
    Assuntos relacionados: , , , , , , .
    Visitado 5704 vezes, 1 foram hoje.
    0 comentário

    RSS dos comentários deste post.

    Deixe seu comentário:

    Dados do comentarista




    Os mais lidos:

    1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (24623 vezes)
    2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (22830 vezes)
    3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (16486 vezes)
    4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (15606 vezes)
    5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (14722 vezes)
    6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (13387 vezes)
    7. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (12415 vezes)
    8. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (12180 vezes)
    9. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (11727 vezes)
    10. Secretária Linamara e deputada Mara, que vergonha, que papelão! (11412 vezes)

    Voltar ao topo da página.

    Copyright © 2008 Livro Acessível.
    Todos os direitos reservados.