Você está no topo da página.

São Paulo, sexta-feira, 24 de janeiro de 2020 - 22:32.

Blog do Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Você está no conteúdo principal desta página.

Sonho e sonhador – Paródia sobre a necessidade de união entre as PCDs contra ataques preconceituosos

Publicado em: 1 de janeiro de 2020 às 7:31.

Da música “Caça e caçador” de Fabio Junior.
Contextualização: Nossa paródia de abertura do ano de 2020 não poderia ser mais providencial. Em dezembro do ano passado o empresário Luciano Hang, presidente das Lojas Havan, postou em suas redes um vídeo da inauguração de uma de suas lojas, aparentemente criticando a burocracia estatal, mas usando como exemplo equivocado a imagem das pessoas com deficiência de maneira jocosa, desrespeitosa e grosseira, desqualificando todos os requisitos de acessibilidade exigidos em lei. A partir de então uma avalanche de moções de repúdio, de protestos e de pedidos de boicote contra as Lojas Havan surgiram entre os movimentos de pessoas com deficiência indignados com as imagens e com as palavras daquele senhor arrogante e preconceituoso que não poupou ninguém em seus impropérios, atingindo até mesmo idosos. É por isso que o MOLLA vem há mais de quatro anos, por meio de nossas paródias, conclamando a união das PCDs para que possamos nos defender, em grupo, de ataques escancarados como este, e muitos outros velados e que sofremos em nosso cotidiano. Quando uma pessoa com deficiência é discriminada ou humilhada, todas as outras também o são. Assim, esperamos que em 2020, as pessoas com deficiência deixem de olhar apenas para seus próprios umbigos e passem a lutar por todas as outras. Não podemos mais permitir que 45 milhões de pessoas sejam chutadas como cachorros mortos, como fez o senhor Luciano Hang em seu vídeo , e isso fique sem uma resposta vigorosa. Somente com nossa união seremos mais visíveis e nossas vozes ecoarão mais longe e com mais força para transformarmos a sociedade em um lugar melhor para todos, pessoas com e sem deficiência. #PraCegoVer
Esta paródia é ilustrada por cinco trechos de vídeos de animação descritos a seguir. A letra é exibida como legenda. Vídeo 1. Vários caranguejos andando na praia e de repente uma cegonha os avista do alto e se prepara para atacá-los. Um dos caranguejos alerta os demais, que se unem lado a lado e, levantando uma das pinças, cortam as asas e penas da cegonha quando ela se aproxima. Na sequência, enquanto a cegonha depenada está no chão, vencida pela união dos caranguejos, eles retomam seu caminho; Vídeo 2. Várias formigas andando em fila carregam seus alimentos, quando a última delas começa a ser sugada por um tamanduá. Rapidamente, a líder chama todas as outras formigas para segurarem a que estava em perigo e formam uma bola que é sugada pelo tamanduá, fazendo com que o seu focinho fique tampado e o tamanduá, sufocado, caia no chão vencido pela união das formigas; Vídeo 3. Alguns pinguins sobre um bloco de gelo no mar, avistam uma barbatana de tubarão rondando e prestes a atacar. De repente, o tubarão abre a boca e nada em direção a eles. Rapidamente, todos unidos se deslocam para uma das extremidades do bloco de gelo fazendo o outro lado levantar para que o tubarão bata no gelo e escorregue pelo bloco, sem conseguir seu intento de devorar os pinguins; Vídeo 4. um pássaro grandalhão e esquisito, mas muito simpático, tenta fazer amizade, com outros pássaros pequenos, que estão pousados sobre um fio de eletricidade. Os pássaros zombam e riem dele, quando este decide voar e também pousar no fio, bem no meio deles. Com o peso do grandalhão, o fio verga e vai esticando para baixo formando um V e fazendo os pássaros pequenos deslizarem ao encontro dele. Irritados os pássaros pequenos começam a bicar as patas do grandalhão para que ele saia dali. Ele acaba ficando de ponta cabeça e não aguentando mais solta o fio que estava esticado para baixo e como se fosse um elástico lança os pequenos para o ar com força. O grandalhão, sentado no chão, vê várias penas flutuando soltas pelo ar quando, um a um, todos os pássaros lançados vão caindo depenados ao seu lado. Os pássaros envergonhados se escondem, enquanto o grandalhão ri da situação; Vídeo 5. Um burro, um cachorro, um gato e um galo, se unem e vão se amontoando um sobre o corpo do outro, até formarem uma torre, e espantam algumas pessoas que estavam em uma casa. Após afugentarem as pessoas, eles voltam à casa e, enquanto se alimentam, riem e se divertem da situação. Fim.

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Mídia comentada, Obscegatório Urbano.
Assuntos relacionados: , , , , , , , , , , , .
Visitado 396 vezes, 14 foram hoje.
0 comentário

Parodiospectiva 2019!!! Uma retrospectiva das paródias de 2019

Publicado em: 14 de dezembro de 2019 às 3:22.

Paródias do MOLLA apresenta!! Parodiospectiva 2019!!!
Caros amigos, como fazemos em todos os anos, apresentamos a retrospectiva das paródias que produzimos em 2019, motivados pela nossa incansável luta pela garantia e efetivação dos direitos das pessoas com deficiência no Brasil. Este ano foram 17 criações!!
Para quem não viu ainda, uma chance de conhecer o nosso trabalho e para aqueles que já nos acompanham, a oportunidade de curtir novamente e compartilhar com toda galera, de uma única vez, todas as paródias deste ano.
Esperamos que gostem, que curtam e compartilhem para nos dar aquela força de sempre e aproveitamos para desejar Boas Festas e um ano de 2020 repleto de sucesso, paz e prosperidade para todos nossos amigos e parceiros, e para as pessoas com deficiência, que possamos conquistar mais um degrau do nosso objetivo que é a igualdade de oportunidades.
Então vamos lá galera!!!

17ª. A PCD vai: Lançada em 1º de dezembro, foi a nossa homenagem ao dia internacional da pessoa com deficiência, 3 de dezembro, lembrando a todos que a luta não pode parar, que devemos recordar o passado, sonhar com o futuro, mas nunca deixar de agir como protagonistas no presente.

16ª. Dona Célia: Lançada em 1º de novembro, foi o nosso segundo recado para a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, senhora Célia Leão, empossada em 1º de janeiro de 2019, para que ela começasse a fazer alguma coisa em sua gestão, pois até o momento nada havia mudado. Já tínhamos dado o primeiro recado e as boas-vindas para ela em janeiro conforme vocês verão na 2ª. paródia desta retrospectiva.

15ª. Eu sei enxergar: Lançada em 1º de outubro, foi a nossa homenagem à galera da baixa visão e do movimento bengala verde. Com a participação especial da colega Fernanda Almada no dueto, mostramos um pouco a grande confusão que se faz entre pessoas cegas e com baixa visão.

14ª. PCD íntima: Lançada em 1º de setembro, também com a participação de Fernanda Almada, mostramos que as pessoas com deficiência não são plantas ou pedras, mas sim, pessoas de carne e osso como quaisquer outras e a sexualidade, o tesão e o desejo também nos habitam.

13ª. Festa da PCD: Lançada em 15 de agosto, foi o momento de comemorarmos 4 anos de paródias em nosso canal. Agradecendo o apoio da galera, fizemos a maior festa no ap.

12ª. Queremos comprar: Lançada em 1º de agosto , foi quando mostramos que as linhas branca e marrom de eletrodomésticos e eletroeletrônicos não oferecem nenhuma acessibilidade às pessoas com deficiência que pagam o mesmo preço pelos aparelhos, mas não conseguem utilizar da mesma forma que as pessoas sem deficiência.

11ª. Brindar a LBI: Lançada em 1º de julho , foi o momento de comemorarmos o aniversário de 4 anos da promulgação da Lei Brasileira da Inclusão. Ao mesmo tempo chamarmos atenção de todos para que estejamos sempre atentos para o ataque dos inimigos desta lei e seus movimentos retrógrados.

10ª. Xixi sobre rodas: Lançada em 1º de junho , foi quando chamamos atenção de todos para a importância do oferecimento de sanitários acessíveis para a galera em cadeira de rodas, nos comércios e espaços públicos em geral.

9ª. Rádio novela: Lançada em 15 de maio, foi nossa homenagem a colega Lucia Helena, uma pessoa com deficiência visual, que está sempre estimulando seus pares dentro do universo das artes e cultura, tendo participado de diversas rádio novelas como personagem, produtora ou diretora.

8ª. Vamos cobrar: Lançada em 1º de maio, foi o nosso alerta sobre a eficácia da Lei de Cotas para pessoas com deficiência. A grande questão é que as melhores vagas nunca são oferecidas aos candidatos PCDs, mas sim, apenas funções subalternas e sem perspectivas de crescimento profissional dentro das empresas.

7ª. As cotas da estrada: Lançada em 16 de abril, foi o nosso alerta para senadores e deputados federais que estão votando a aprovação do PL 1615/2019 que pretende igualar as pessoas com um olho totalmente sadio com as pessoas totalmente cegas. Uma aberração que precisa ser contestada e rejeitada, pois ainda hoje tramita no Congresso às vésperas de ser aprovado em caráter final.

6ª. Muita responsa: Lançada em 15 de abril, em comemoração ao dia internacional do cão guia. Novamente em dueto com Fernanda Almada, cantamos a alegria e a autonomia que esses amigos peludos de quatro patas dão aos seus usuários, ajudando na locomoção e na independência do seu ir e vir cotidiano.

5ª. ENOM: Lançada em 1º de abril, foi a nossa denúncia sobre os verdadeiros propósitos por trás do ENOM, Encontro Nacional de Orientação e Mobilidade, que visava uma reserva de mercado, impedindo outros profissionais liberais que também atuam com OM de exercer seu trabalho com competência e responsabilidade.

4ª. Assim descaminha a acessibilidade: Lançada em 1º de março, foi quando denunciamos sobre os altos e baixos, as idas e vindas das soluções de acessibilidade em tudo que envolve a vida das pessoas com deficiência. Um software é acessível e de repente atualiza e fica inacessível, um site idem, e assim por diante.

3ª. Baixa o volume: Lançada em 1º de fevereiro, foi a nossa homenagem ao pessoal da comunidade surda. Apesar de destacarmos a importância da LIBRAS, língua brasileira de sinais, sabemos também da igual importância do implante coclear, da tecla close captium, da leitura labial, entre outras, tudo que favoreça e facilite a inclusão do surdo em sociedade.

2ª. Leãozinho: Lançada em 16 de janeiro, foi o nosso primeiro recado e nosso voto de confiança e de boas-vindas à nova secretária de estado dos direitos da pessoa com deficiência, senhora Célia leão, que substituiu a gestora anterior, Linamara Battistella, e era depositária de nossas esperanças de que o órgão que existe a mais de dez anos, tivesse alguma utilidade prática na vida das pessoas com deficiência de São Paulo. Mas como vimos na 16ª. paródia desta retrospectiva, foi apenas ilusão.

1ª. Amanheceu, o busão demora: Lançada em 1º de janeiro, foi o nosso início de ano chamando a atenção dos gestores públicos para a falta de transportes coletivos acessíveis para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

É isso galera, chegamos ao final de nossa viagem em 2019. Esperamos todos no próximo ano para continuarmos lutando juntos por nossa cidadania, inclusão e por mais acessibilidade. Grande abraço e até lá!!!
MOLLA – Movimento pelo Livro e Leitura Acessíveis
Conheça-nos:
Youtube: www.youtube.com/mollalivroacessível
Site/Blog: www.livroacessivel.org/blog

FacebookCompartilhar no Facebook

Twitter.Publicar no Twitter.

Postado por: Administrador.
Arquivado na categoria: Ações do MOLLA, Mídia comentada, Obscegatório Urbano.
Assuntos relacionados: , , , .
Visitado 678 vezes, 14 foram hoje.
0 comentário

Os mais lidos:

  1. Ilusões - Paródia sobre a farsa das 70 ações inclusivas em SP (31181 vezes)
  2. Direitos humanos e pessoas com deficiência: Chorando nossos cadáveres! (25333 vezes)
  3. DENÚNCIA!! Nova Lei de Direitos Autorais ignora direitos das pessoas com deficiência (19981 vezes)
  4. Bradesco amplia acessibilidade e inclusão!! Morra de inveja Itaú!! (16965 vezes)
  5. Eleições 2012: TSE corrige falha nas urnas acessíveis (15925 vezes)
  6. Quem escolhe o livro que voce lê? Parte 1 - Denúncia (14842 vezes)
  7. Casa da Moeda: Lançamento de novas cédulas do Real mais acessíveis (13868 vezes)
  8. Companhia Das Letras, Editora Contexto e Grupo GEN editorial contra um leitor cego (13570 vezes)
  9. MEC: Censo Escolar 2010 aponta dados estarrecedores para alunos com deficiência (13232 vezes)
  10. Blog do livro acessível! Lançamento hoje, dia 21 de setembro (12792 vezes)

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.